Histórico

O Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal da Bahia iniciou com o curso de Mestrado, cuja primeira turma ingressou em meados de 2002. Atualmente, oferece também o curso de doutorado, com a primeira turma iniciada em março de 2007. O PPGPSI surgiu da consolidação de grupos de pesquisas formados por professores e alunos do então Departamento de Psicologia e de uma análise da conjuntura que impunha esse desafio à instituição. Desde a criação do Mestrado até a implantação do Doutorado, o PPGPSI/UFBA trilhou um intenso percurso orientado pela busca de suprir uma importante lacuna na formação em nível de pós-graduação no Brasil, lacuna esta representada pela ausência desse nível de formação na psicologia baiana. A Bahia era o único dos grandes estados brasileiros, à época, que não oferecia este nível de formação, embora contasse há mais de trinta anos com um consolidado curso de graduação em Psicologia. Para colocar o Mestrado em funcionamento foi, então, necessário superar os entraves que impediram, durante décadas, a criação de um curso de Pós-Graduação stricto sensu em Psicologia na Universidade Federal da Bahia. Afinal, estava bastante evidente a necessidade de atender à demanda crescente pelo ensino de pós-graduação em Psicologia, em função da notável expansão do ensino de graduação nos últimos anos. Aliava-se a isto a necessidade de criar um curso capaz de responder, de forma satisfatória, às exigências impostas pela área e pelo sistema de pós-graduação brasileiro. Assim, a partir de sua fundação, foram muitos os desafios que marcaram todo o processo de construção do curso de Mestrado e, posteriormente, o de Doutorado, ao longo dos últimos anos. Após três anos de vigência do Mestrado, tornou-se imperativa a criação de um curso de Doutorado que permitisse a continuidade de formação dos egressos do mestrado e que atendesse à demanda existente na região pela formação de pesquisadores e docentes para o ensino superior. O curso de Doutorado recebeu sua primeira turma em março de 2007 e, já nessa oportunidade, fez-se necessária a solicitação, à Câmara de Pós-Graduação da UFBA, do aumento de vagas de 6 para 9 (mais uma para convênios internacionais), devido à grande e qualificada demanda. Atualmente o Curso de Mestrado oferece 25 vagas anuais e o de Doutorado, 17 vagas anuais. O curso ocupa, hoje, um importante papel na qualificação de docentes e na formação de pesquisadores na região Nordeste, especialmente nos estados onde não existem cursos de pós-graduação stricto sensu em Psicologia, ou linhas de pesquisa que atendam às demandas dos candidatos. A demanda por docentes e pesquisadores tem crescido fortemente em função da notável expansão do ensino de graduação nos últimos anos, o que se constata pelo grande número de candidatos inscritos nos processos de seleção, especialmente de Mestrado, realizados pelo Programa.